Saiba como escolher o melhor modelo de aparelho auditivo

Saber escolher o melhor aparelho auditivo é uma das grandes dúvidas dos pacientes. Nesse momento existem mais perguntas do que respostas e as mais frequentes são: existe algum modelo específico para o meu problema? A marca do aparelho faz diferença? Será que aparelhos mais discretos funcionam bem?

Se você tem alguma dessas dúvidas, não se preocupe porque você não está sozinho e por isso produzimos esse artigo que vai te ajudar nessa difícil decisão que é a escolha do o melhor aparelho auditivo.

O importante é que independente de qualquer dúvida que exista, não tome nenhuma decisão sem antes se consultar com um fonoaudiólogo.

Tipos de aparelhos auditivos

A boa notícia para quem necessita de um aparelho auditivo é que nos últimos anos, os modelos existentes no mercado evoluíram sensivelmente. Hoje em dia, é possível encontrar produtos bastante modernos, eficientes, funcionais, tecnológicos e ao mesmo tempo super discretos, que levam em consideração o bem estar do usuário.

Além da função primordial, que é a de possibilitar uma audição com maior nitidez, alguns oferecem vantagens extras. É o caso dos aparelhos auditivos que se conectam com o celular, dos que funcionam como fones de ouvido, além de se adaptarem a outros acessórios que podem ser utilizados em salas de aula, palestras e reuniões.

No entanto, a questão maior é que nada disso vai importar se o equipamento não solucionar a perda auditiva apresentada.

Confira abaixo os principais tipos de aparelho disponíveis hoje no mercado:

  • Retro auriculares – São aqueles mais tradicionais, que se encaixam na parte de trás da orelha.
  • Intra-auriculares – São os aparelhos auditivos que ficam dentro do canal auditivo.

É importante saber que mesmo os aparelhos que ficam na parte de trás da orelha foram modernizados e alguns, mesmo externos, tornaram-se pouco visíveis. Ou seja, a questão da discrição não é mais um problema.

  • Intracanal – Nesse caso o aparelho é posicionado no canal auditivo pode contar com um controle de volume. A principal característica é que ele é levemente visível.
  • Zumbido – Projetado para aliviar o zumbido e normalmente, possui tecnologia que proporciona a redução do ruído, foco automático na conversa e elevação da voz do interlocutor.
  • Audição unilateral – Permite que a voz do paciente seja mais natural e totalmente equilibrada com o som ambiente, além de melhorar a compreensão da fala em ambiente com muito ruído.
  • Microcanal (CIC) – Quase imperceptível é indicado para perdas auditivas leves e moderadas.
  • Receptor no canal (RIC) – Aparelho em miniatura permite que o canal do ouvido não fique totalmente tampado e o som é escutado de forma natural.

Lembrando que, dentre eles, existem modelos infantis, adultos, ou mais potentes, mais discretos a até modelos específicos para diminuir o zumbido no ouvido, como já foi citado acima.

Amplificadores de som: cuidado com eles!

Se você acha que está perdendo a capacidade de ouvir, não exite em procurar ajuda médica. Isso é importante porque o primeiro ímpeto das pessoas quando percebe essa necessidade é procurar na internet e, invariavelmente, ao pesquisar por aparelhos auditivos, você pode esbarrar com modelos bem mais em conta, e se assustar com a discrepância de preço. Cuidado! No geral, esses produtos não são aparelhos auditivos, e sim amplificadores de som, que possuem suas características próprias, mas não podem e nem devem ser comparados a aparelhos auditivos.

A principal diferença entre aparelhos auditivos e amplificadores de som é que os amplificadores não podem ser utilizados por quem tenha qualquer grau de surdez, podendo, inclusive, agravar esse problema pelo atraso no diagnóstico e tratamento correto.

form_cadastro

Como escolher o aparelho auditivo? 

Não existe qualquer dúvida sobre o fato de que a escolha do aparelho auditivo ideal é um processo que deve ser considerado em todas as suas etapas. Por isso, a principal recomendação é que você usuário precisa identificar qual aparelho pode lhe oferecer uma boa audição. Lembrem-se de que o objetivo final é proporcionar uma maior qualidade de vida.

Também é importante lembrar que essa não é uma decisão que se toma do dia para a noite. É necessária uma grande pesquisa e ainda assim deve-se levar em consideração os fatores que influenciam na escolha de um aparelho auditivo. Eles são, principalmente: 

Grau de perda auditiva – Antes de qualquer coisa o paciente precisa saber qual é o seu grau de perda auditiva. Existem quatro níveis de perda auditiva. A perda leve se caracteriza por ouvir as vogais, bem como o tique-taque do relógio. Já a perda auditiva moderada ou moderadamente severa, praticamente nenhum som da fala é percebido em volume natural. Só são percebidos sons altos, como o choro de uma criança.

Enquanto isso, a perda auditiva severa se caracteriza por ouvir apenas sons muito altos. Por fim, existe a perda auditiva profunda, que é quando nenhum som da voz é ouvido. No entanto, é possível captar sons como de helicópteros, motocicletas e serras elétricas.

Portanto, a avaliação de um profissional habilitado permite que se identifique o grau de perda auditiva da pessoa e, dessa forma, seja possível escolher entre os aparelhos, qual é o mais indicado.

Potência do aparelho – Aqui vale uma ressalva importante. Nem sempre o aparelho mais potente é o maior. Em razão de toda tecnologia empregada na construção dos aparelhos hoje em dia é possível contar com dispositivos bem discretos cabíveis para qualquer tipo de perda auditiva. É questão de entender qual melhor aparelho auditivo para cada necessidade. 

Estilo de vida – O estilo de vida influencia na escolha do modelo de aparelho auditivo. Quem joga no time dos apaixonados por tecnologia pode preferir um modelo que se conecte com o seu celular ou a dispositivos eletrônicos como, por exemplo, a televisão. Já quem costuma frequentar locais com muito ruído pode encontrar muitas vantagens em adquirir além do aparelho auditivo os acessórios que existem no mercado e que ajudam a filtrar os sons. Alguns se assemelham a canetas e são bastante práticos. 

Relação com a simplicidade – A simplicidade é mais um fator importante no processo de escolha do aparelho auditivo. Afinal, quem não se interessa muito por tecnologia pode optar por um aparelho mais simples, que apresente somente as funções básicas. 

Quanto se pode investir – A quantidade de recursos existentes no seu aparelho está diretamente ligado à capacidade de investimento. Obviamente, quanto mais tecnológico o modelo maior é o preço. Por isso, é importante pesquisar bem para encontrar o dispositivo que ofereça o melhor custo benefício para você. Isso não significa necessariamente ser o mais barato, pois é essencial levar em conta a qualidade e confiança da marca do aparelho auditivo. Desse modo, por vezes, o que vale é optar por um aparelho auditivo de melhor marca. Afinal, esse produto, que costuma ter uma vida útil de cinco anos, deve atender às necessidades de cada um e garantir a sua qualidade de vida. 

Enfim, qual é o melhor modelo de aparelho auditivo?

No fundo, essa é a grande pergunta na medida em que escolher o aparelho ideal significa uma qualidade de vida significativa para o usuário que pode abandonar a solidão assumida em razão da dificuldade em se relacionar com as pessoas, para voltar a fazer coisas que estavam esquecidas, como ir ao cinema, ao teatro, voltar ao convívio da família.

Por outro lado, o indivíduo precisa entender que nos dias atuais os aparelhos são extremamente confiáveis e duráveis. E, agora que você sabe quais são os tipos de aparelhos existentes, fica mais fácil de fazer a sua escolha. Além das necessidades auditivas, você deve considerar o impacto visual do aparelho e o uso que você fará dele no seu dia a dia.

Desse modo, vamos listar para você os modelos de aparelho auditivo que consideramos os melhores do mercado hoje:

Lyric – Prepare-se porque esse modelo de aparelho auditivo é considerado o único aparelho 100% invisível do mundo. Seus benefícios são evidentes. Além de garantir total discrição, garante um som claro e natural, independente da fonte emissora. Além disso, não exige manutenções diárias e nem é preciso trocar pilhas ou bateria.

Ele é um dos mais modernos dispositivos da marca, de uso prático e pode ser usado 24 horas por dia, todos os dias, por meses. Isso é possível porque, com o Lyric, o som entra na orelha externa e desliza de forma natural até próximo da membrana timpânica, mecanismo proporciona um som puro. Por ser feito de materiais permeáveis, o usuário pode tomar banho e praticar esportes tranquilamente, sem necessidade de retirar o aparelho.

Phonak Audéo – Esse aparelho auditivo é outro modelo da marca Phonak, sendo também bastante tecnológico, uma vez que se conecta a televisão e a outros dispositivos multimídia, ideal para quem gosta de estar sempre conectado. Além disso, opera por mais de 20 horas seguidas, na sua versão recarregável. É indicado para pessoas com graus variados de perda auditiva, permitindo ouvir muito melhor, mesmo em conversas distantes ou com muito ruído.

Outro recurso do produto é o AutoSense OS. Com ele, o aparelho auditivo detecta o ambiente ao redor do usuário e consegue ajustar de forma automática o seu volume. Também está disponível em diferentes cores.

Phonak CROS B – Existem ainda modelos de aparelhos auditivos para quem possui perda de audição em apenas um dos ouvidos. É o caso desse outro produto do fabricante Phonak, que permite o entendimento da fala mesmo em lugares com ruídos, uma vez que consegue focar a voz. Além de discreto e confortável, o aparelho auditivo CROS B funciona em comunicação com o outro aparelho e desta forma o paciente consegue perceber sons antes não detectados pelo ouvido “sem audição”.

Phonak Audeo – Bolero – Naiva – Esses são aparelhos retroauriculares que caracterizam-se por uma solução auditiva poderosa. Os modelos dessa categoria possuem o receptor, microfone e amplificador localizados atrás da orelha, com um tubo de plástico transparente que conecta a concha a um molde na orelha. São eficientes porque atendem qualquer nível de perda; são confortáveis e de fácil utilização; a bateria é de longa duração e o material é reforçado e ultrarresistente.

Virto B – Da linha intracanal é um aparelho personalizado e discreto que combina tecnologia e conforto que se encaixa perfeitamente no canal auditivo.

Roger Focus – Sky – Esses são produtos focados no público infantil e adolescente. São soluções inovadoras e intuitivas que atendem as necessidades auditivas de cada faixa etária. Atendem a qualquer nível de perda; são confortáveis e fáceis de usar; proporcionam uma experiência auditiva perfeita e divertida e são resistentes à água e poeira.

Adhear – Aparelho que faz parte do sistema de condução óssea que além de revolucionário é uma opção para pessoas com perda auditiva condutiva ou perda unilateral. Ele é capaz de transmitir as ondas sonoras para o osso, através de um aparelho adesivo colocado atrás do ouvido.

Para se manter bem informado sobre tudo o que está relacionado a sua saúde auditiva, não deixe de acompanhar o Centro Auditivo Viver pelas redes sociais:

Instagram | YouTube | Facebook

Para se manter bem informado sobre tudo o que está relacionado a sua saúde auditiva, não deixe de acompanhar o Centro Auditivo Viver pelas redes sociais:

Instagram | YouTube | Facebook

Faça um teste grátis

Cadastre-se e agende um teste grátis em uma das nossas unidades