Tratamento para distúrbio do sono

Dormir é bom, todo mundo gosta. Mas, tem quem não consiga dormir ou sofra com problemas durante o sono, e se você está aqui, provavelmente é uma delas. A boa notícia: existe tratamento para distúrbio do sono, mas é preciso buscar ajuda profissional para identificar o seu problema.

A Sepam traz a você algumas dicas e informações a respeito dos problemas para dormir. Assim, você pode compreender melhor sua situação e entender que isso não é algo de outro mundo. Pelo contrário, é mais comum do que se imagina.

O que é o problema do distúrbio do sono?

São mais de 45% da população a assumir que dormem mal. Nem todas essas pessoas têm, necessariamente, algum distúrbio do sono. Problemas como a ansiedade, o estresse e outras doenças podem atrapalhar o sono. Contudo, é preciso acender um alerta: mais de 73 milhões de pessoas sofrem com a insônia, um dos principais distúrbios do sono.

Não dormir uma noite não significa que há um distúrbio do sono. A situação é bem mais complexa e requer avaliação médica. Novamente, o que acontece no dia de uma pessoa pode influenciar a noite de sono, mas quando isso se torna recorrente, quando colocar a cabeça sobre o travesseiro se torna um pesadelo, é preciso buscar ajuda. Passar várias noites em claro não é saudável e a falta de sono pode prejudicar sua saúde de maneiras que você nem imagina.

Quais são os distúrbios do sono?

Existem vários tipos de distúrbios que podem afetar o sono de uma pessoa.

  • Sonambulismo
  • Insônia
  • Apneia
  • Síndrome das pernas inquietas
  • Narcolepsia

Sonambulismo

É quando a pessoa realiza comportamentos estranhos quando está dormindo, como caminhar, sentar na cama e pegar algo, como o controle da TV ou do videogame, ligar para pessoas, mandar mensagens, entre várias outras possibilidades. Esse distúrbio é muito perigoso, pois a pessoa afetada pode acabar colocando a si mesma e outras pessoas em perigo de vida.

Insônia

A insônia pode se apresentar em mais de uma forma. A transitória, aguda ou de curto prazo, por exemplo, costuma acontecer após um evento traumático ou causador de grande estresse. A perda de um ente querido, o fim de um relacionamento e afins.

Já a insônia crônica, acontece por pelo menos um mês. Para pessoas que sofrem com este mal, é extremamente difícil “pegar no sono”, e quando acontece, não é uma noite realmente restauradora, e o paciente acorda tão ou mais cansado que antes.

Apneia

Este é o vulgo ronco. As vias aéreas da pessoa ficam bloqueadas e ela para de respirar. Apesar de comum, este é um problema grave. O ronco alto ou sons de asfixia são sintomas do problema, e a pessoa normalmente acorda com falta de ar.

Síndrome das Pernas Inquietas

Este distúrbio do sono é um desejo incontrolável de mexer as pernas e pés durante o sono ou antes de adormecer. Sintomas comuns incluem dores, formigamento e a sensação de que algo está rastejando sobre sua perna.

Narcolepsia

A Narcolepsia é um dos distúrbios do sono mais graves. Diferentes dos outros, que atrapalham o sono, este causa sono e a pessoa afetada dificilmente é capaz de resistir à vontade de dormir. Pessoas afetadas pela Narcolepsia podem adormecer a qualquer horário do dia, sem aviso prévio. Elas parecem muito mais cansadas e são taxadas de preguiçosas, mas estão doentes.

A narcolepsia aparece mesmo quando uma pessoa teve uma boa noite de sono. Estar descansado não é um obstáculo para dormir.

Antes de procurar tratamento para distúrbio do sono, é preciso conhecer o seu problema a fundo. Isso só pode ser realizado junto a um médico. Claro, alguns são mais fáceis de identificar, mas entender o problema por si só não é suficiente. É necessário conhecer suas causas e trabalhar para remediá-las.

O que causa o problema de distúrbio do sono?

Não é possível recomendar um tratamento para distúrbio do sono pela Internet porque as causas podem variar bastante, tal como acontece com muitas outras doenças que afetam a mente e o corpo.

Algumas das causas desses problemas são passageiras, como acontece com a insônia aguda, que deve desaparecer semanas ou meses após o incidente que a causou. Isso não significa que não é necessário procurar tratamento, pois pode haver uma recaída e o problema pode se agravar.

A apneia do sono, por exemplo, pode acontecer por conta de um relaxamento excessivo dos músculos da garganta e da língua, excesso de peso, formato da cabeça e outras causas estão por trás da apneia do sono.

O sonambulismo pode ser causado por privação de sono, depressão, ansiedade, febre, consumo de drogas (incluindo álcool), medicamentos, bexiga cheia, ruídos e até temperatura. São muitas variáveis, e o problema é mais comum na infância, mas não se restringe a esta idade.

A síndrome das pernas inquietas, por sua vez, é uma incógnita. Fatores genéticos e a falta de dopamina e ferro em áreas motoras do cérebro estão entre possíveis causas. Por conta da dificuldade em encontrar uma causa, o tratamento para este distúrbio do sono é um pouco mais complexo.

Já a Narcolepsia pode ocorrer por fatores genéticos, desequilíbrio em substâncias químicas e baixa produção da hipocretina, uma substância que nos mantém acordados durante o dia.

Que médico trata o distúrbio do sono?

Hoje, o tratamento para distúrbio do sono envolve uma gama de especialidades. Isso acontece porque as causas para os problemas do sono são diversas, o que engloba a atuação de:

Onde posso realizar atendimento particular e por convênio para tratamento do problema de distúrbio do Sono?

Na Sepam, é claro! Aqui, temos toda a estrutura para atender você, identificar seus problemas e iniciar o tratamento para distúrbio do sono. Nossa clínica é especializada em cuidar dos ouvidos, nariz e garganta, alcançando boa parte das situações causadoras de transtornos do sono.

Se você apresenta um ou mais sintomas indicados neste artigo, recomendamos que busque nossa ajuda imediatamente. Entre em contato, nós ajudaremos você a encontrar o especialista que mais combina com seu perfil, para começar seu tratamento para distúrbio do sono o quanto antes.

Para se manter bem informado sobre tudo o que está relacionado a sua saúde auditiva, não deixe de acompanhar o Centro Auditivo Viver pelas redes sociais:

Instagram | YouTube | Facebook

Faça um teste grátis

Cadastre-se e agende um teste grátis em uma das nossas unidades