banner header Blog

Como limpar os ouvidos de forma correta e segura

A saúde está em pauta e é essencial você ficar atento a todas as formas de manter o seu corpo em plena saúde, observando pequenos hábitos rotineiros que garantam o pleno funcionamento de todos os sistemas do organismo.

Um dos sistemas que sofre diversas interações é o auditivo. Nossos ouvidos são impactados pelo som do ambiente e também por dispositivos eletrônicos, afinal, quem nunca separou um tempo para colocar os fones e ouvir um podcast, suas músicas preferidas, jogar no computador, videogame ou qualquer tipo de conteúdo audiovisual.

Seja em casa, no trabalho, no lazer ou se movimentando em meios de transporte, o nosso corpo sofre diversas interferências externas do ambiente e também de outros mecanismos criados pelo próprio ser humano para o seu entretenimento. Por isso é essencial focar um tempinho para cuidar bem dos ouvidos, sua limpeza e evitar que a sujeira possa afetar seu funcionamento.

No entanto, os especialistas asseguram que todo cuidado é pouco com o sistema auditivo, afinal, ele é sensível e algumas práticas podem prejudicar esse sentido essencial humano.

Há em nossa sociedade um grupo de pessoas que abomina a cera que produzimos nos ouvidos. Enquanto alguns dizem que para uma higiene saudável é necessário limpar os ouvidos com frequência, a verdade é que, toda cera produzida nos canais tem como principal função lubrificar e proteger, eliminando do sistema auditivo detritos e bactérias.

Biologicamente falando, a cera de ouvido é um meio de defesa do organismo contra a entrada de insetos e demais objetos que possam afetar seu funcionamento. Os séculos passaram, mas a boa audição ainda é fundamental para o DNA humano. Há estudos que apontam que as mulheres têm audição mais apurada e ampla, principalmente pelo fato da maternidade e cuidados com as crianças.

Devo limpar o ouvido com frequência?

Essa é uma pergunta que aparece constantemente no campo das dúvidas de nossos clientes. Pois você deve saber que não é necessário limpar o ouvido com frequência. Caso não esteja causando nenhum tipo de problema de audição, a limpeza torna-se dispensável, pois provocará apenas o ressecamento e coceira nos canais. Veja o artigo sobre coceira no ouvido.

A recomendação é que a limpeza ocorra apenas na parte externa da orelha, sem precisar inserir nada na parte interna, evitando que a cera seja removida por completo.

É muito comum que a limpeza dos ouvidos ocorra durante o banho diário. O que cada um deve se atentar é sobre quais produtos são usados no processo e também evitar que a água quente entre no canal, causando o acúmulo do líquido no sistema.

Caso isso ocorra, é necessário liberar o canal auricular, secando bem o ouvido e evitando que a água permaneça. Isso é essencial para a boa saúde dos ouvidos.

Outra forma que ocorre a manutenção natural dos ouvidos é pelo funcionamento do próprio corpo humano, afinal esta máquina biológica encontra formas de realizar procedimentos para a liberação da cera dos ouvidos, comumente no período de sono. A inclinação da cabeça no travesseiro e a gravidade ajudam no processo de queda do excesso de material.

Além disso, a movimentação da cabeça e o ato de mastigar faz com que a cera e os detritos já se movimentem naturalmente para o ouvido externo, onde irão endurecer e por fim se desprenderão, caindo para fora do ouvido.

Esse processo é lento, porém eficaz, fazendo com que boa parte do ouvido possa ser lubrificado e limpo naturalmente.

Pensando nisso, ao longo desse artigo, iremos mostrar para você como a limpeza do ouvido pode ser realizada da forma correta, saudável e com uma rotina adequada.

Limpeza compulsiva é um problema?

Como foi dito anteriormente, a cera tem uma função benéfica para o ouvido, e a limpeza compulsiva poderá trazer problemas.

Há registros diversos de pessoas que têm hábitos pouco convencionais e até TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) pela limpeza diária do ouvido. Nos ambientes corporativos, quem tem essa angústia jamais deve inserir objetos no canal do ouvido, como tampas de caneta, alça de clip ou qualquer outro material, sob o risco de ferir o ouvido.

A limpeza da cera se faz necessária quando for notado um acúmulo excessivo, o qual forma uma barreira, ocasionando diminuição da audição, como o abafamento, infecções ou coceiras.

Entretanto, mesmo nos casos necessários, a realização da limpeza interna não deve ser feita em casa, pois estamos falando de um sistema frágil de componentes que garantem a boa audição.

O ideal é que seja consultado um médico regularmente para acompanhar a saúde do ouvido interno. Receitas caseiras podem ferir o tímpano e causar outros problemas, afetando severamente a audição.

Como limpar o ouvido de forma segura?

A melhor maneira de limpar os ouvidos é procurando o auxílio de um especialista que poderá realizar esse procedimento com um dispositivo de sucção – uma ferramenta parecida com uma colher ou um fórceps. Isso porque, durante o tratamento, ele poderá verificar se existe alguma condição que exija mais atenção e cuidado.

Existem no mercado diversos produtos farmacêuticos que também auxiliam no processo de limpeza do ouvido, mas vale a recomendação de que tais medicamentos só podem ser usados com a avaliação médica prévia. O profissional de saúde avaliará qual o melhor produto que, quando aplicado, resolverá a situação do ouvido de forma satisfatória e sem agressividade.

Sobre os cuidados em casa, deve-se apenas secar a orelha após o banho, utilizando a própria toalha para isso. É dispensável inserir qualquer objeto para secar os ouvidos na parte interna. 

form_cadastro

Como não limpar o ouvido

Objetos pontiagudos e que podem deixar resquícios dentro do canal auditivo, como cotonetes, não devem ser utilizados para realizar a limpeza do ouvido.

Há alguns anos, era comum a publicidade sobre cotonetes voltados à limpeza e manutenção da cera do ouvido, porém, hoje em dia não é recomendado o uso deste produto sem a correta informação de como realizar o procedimento. Todo cuidado é pouco com esse importante e sensível sistema do corpo humano.

Ao inserir esse tipo de objeto você estará empurrando a cera de ouvido mais para o fundo, interferindo no processo natural de saída, ferindo seu tímpano e ainda deixando pequenos pedaços de algodão dentro do canal auditivo.

Alguns desses problemas poderão resultar em infecções, coceiras e até mesmo uma possível perfuração timpânica. Neste caso, incluindo a presença de água na parte interna do ouvido, a recomendação é a visita o mais breve possível a um médico, para avaliação da situação.

Seja no banho, na piscina ou até mesmo com o uso de ar condicionado, qualquer presença de água ou umidade pode afetar o funcionamento do ouvido.

Sintomas do bloqueio de cera

Um dos sintomas mais comuns do bloqueio por cera é a diminuição do volume dos sons no ouvido afetado.

Outros sintomas podem ser a dor de ouvido, sensação de plenitude, ouvir zumbidos e outros ruídos. Não há necessidade de se preocupar, sua audição voltará ao normal após o desbloqueio ser realizado.

Existe também o bloqueio total, quando quase nenhum som chega ao sistema interno do ouvido. Quem fuma deve redobrar a atenção, pois a fumaça, nicotina, monóxido de carbono e outros produtos químicos também saem pelos pequenos canais que interligam a garganta, nariz e ouvido.

Quando procurar um médico

O médico deverá ser consultado em casos de:

  • Bloqueios de cera de ouvido (esporádicos ou repetitivos);
  • Dor dentro ou ao redor da orelha;
  • Fluido drenado da orelha (sangue ou pus);
  • Dificuldade de ouvir;
  • Infecções agudas;
  • Zumbido;
  • Entrada de água, sem que a mesma saia após algumas horas;
  • Calor excessivo na região do ouvido, como se fosse uma febre na região;

Mesmo sem esses sintomas, uma consulta deverá ser agendada de forma regular a fim de livrar seus ouvidos de infecções ou bloqueios.

Viva melhor e ouça bem

O corpo humano precisa de ciclos de descanso para renovar as energias e revigorar os sistemas. Os ouvidos não são diferentes e também precisam de uma pausa silenciosa para recalibrar os componentes.

Além da limpeza ordenada dos ouvidos, uma prática cada vez mais comum deve ser ajustada para que não atrapalhe o sono e por consequência o funcionamento do sistema auditivo: ouvir música alta demais. Ruídos repetitivos, normalmente em ambientes industriais, exigem o uso de protetores auriculares.

Neste artigo você conheceu um pouco mais sobre a forma correta e segura de limpar o ouvido, portanto não caia nos “contos populares” que podem agravar sua situação. Ou cuidado com o que você encontra na internet que oferece sites, blogs e canais de vídeos que exploram receitas milagrosas para a limpeza dos ouvidos ou mesmo a “solução” para quando ocorrer algum problema. É o famoso “jeitinho” para solucionar o entupimento, dor ou qualquer outra situação envolvendo a audição.

Uma dica para agradar seus ouvidos: para se manter bem informado sobre tudo o que está relacionado a sua saúde auditiva, não deixe de acompanhar o Centro Auditivo Viver pelas redes sociais:

Instagram | YouTube | Facebook

Para se manter bem informado sobre tudo o que está relacionado a sua saúde auditiva, não deixe de acompanhar o Centro Auditivo Viver pelas redes sociais:

Instagram | YouTube | Facebook

Teste grátis por 7 dias

Cadastre-se e teste nossos aparelhos auditivos gratuitamente.

ao se cadastrar, você concorda receber
ligações e e-mails do centro auditivo viver.

banner form

Posts relacionados

Faça um teste grátis

Cadastre-se e agende o seu teste hoje mesmo.